quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Motocicleta voadora uow!



Um “hovercraft” (moto que voa) para uso individual é tópico antigo entre os especialistas, e já na década de 1960 haviam projetos para este tipo de veículo. Entretanto, um dos problemas mais sérios para sua fabricação era a estabilidade. O veículo tem uma tendência para virar, tão séria que impediu a produção de um protótipo para teste com piloto.
Saltando para o século 21, a empresa Aerofex aproveitou o modelo da década de 60 para criar um novo hovercraft de uso individual ou autônomo. Para corrigir o problema de estabilidade, eles usaram um inovador sistema mecânico de controle que, de acordo com Mark De Roche, engenheiro aeroespacial e fundador da Aerofex, percebe os movimentos em dois dos três eixos, e ativa os controles aerodinâmicos necessários para conter a tendência de virar, o que acaba alinhando o veículo ao piloto.
O controle do hover é bem simples, e dispensa parafernália eletrônica: o próprio senso de equilíbrio do piloto humano é que comanda a moto. Teoricamente, qualquer pessoa pode pilotar um destes veículos, sem precisar de treinamento especial.

TOP GEAR 3000, voltei a jogar recentemente.

Novo aparelho pode detectar rapidamente câncer, infecções e salmonelas.



O dispositivo é uma versão miniaturizada de um equipamento de citometria de fluxo, muito usado em hospitais e centros de pesquisa. Normalmente, os citômetros pesam centenas de quilos, mas o Microflow tem o tamanho de uma torradeira, e pesa cerca de 9 kg.
Ele usa lasers e sensores para contar células, classificá-las, e detectar uma série de biomarcadores em qualquer líquido, como o sangue. De acordo com a NASA, ele funciona em “tempo real”, dando o diagnóstico em até 10 minutos.
A versão miniaturizada do citômetro de fluxo foi possível graças ao trabalho do National Optics Institute External, da cidade de Quebec (Canadá), e foi feita para trabalhar no espaço, onde a microgravidade afeta o comportamento dos líquidos. Dentro da EEI, o Microflow vai manter a saúde dos astronautas e cosmonautas sob vigilância constante. Na falta de um Dr. McCoy, a longa duração das missões torna impossível que a tripulação receba diagnóstico médico em órbita, e é aí que o Microflow se encaixa.
Mas o uso do Microflow vai ser mais interessante ainda na Terra. Com seu tamanho reduzido (tudo bem, ainda não é um portátil e conveniente tricorder, mas é pequeno e acessível), ele vai permitir que pessoas do mundo todo tenham acesso a diagnósticos instantâneos de câncer e infecções. Além disso, eles podem ser entregues facilmente em áreas de desastre, onde é mais difícil conseguir equipamento laboratorial.
Finalmente, o Microflow poderá ser usado também para a análise de alimentos tanto em pequenas fazendas quanto grandes empreendimentos agrícolas, detectando instantaneamente germes potencialmente perigosos.[Gizmodo]

Vida em marte, provas em Atacama.


Curiosity mostra evidências do antigo oceano marciano.



ACOMPANHE NOSSOS ARTIGOS
Gigapan é um nome apropriado para um site que hospeda panoramas. Desta vez, temos um panorama literalmente do outro mundo: o Monte Sharp, em Marte.
O panorama foi feito com fotos tiradas pela Mast Camera de 34mm do robô Curiosity. Mais precisamente, 130 fotos feitas em 8 de agosto e mais 10 fotos do dia 19 de agosto. O resultado final é um panorama com 29.000×7.000 pixels (203 MPixel). Uma versão da foto teve as cores alteradas para mostrar como a paisagem pareceria se as condições de luz fossem as da Terra, o que nos ajuda a analisar o terreno.
Phil Plait, o blogueiro do BadAstronomy, comenta que a paisagem realmente se parece com uma paisagem terrestre que ele viu no estado de Utah (EUA), e que isto não é coincidência, pois os dois terrenos surgiram da mesma forma: “O processo geológico que formou estas regiões é similar. Em algum momento do passado, ela foi cheia de água, e examinado a formação de camadas, isto aconteceu muitas, muitas vezes. Os sedimentos se acumularam e depois foram desgastados, formando esta bela rocha sedimentar”.
Ele acrescentou também uma imagem com vários pontos da paisagem destacados e com sua distância à Curiosity marcada (acima). A foto marca não só o destino, mas um caminho interessantíssimo, que vai revelar como o terreno interagiu com a água, e que tipo de água era (provavelmente bastante salgada).[BadAstronomyGizmodoNasaGigapan]

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Conversa de alto nível sobre as imagens de marte.

Sonda Curiosity: como os dados de Marte chegam até a NASA?

Sonda Curiosity: como os dados de Marte chegam até a NASA?
Quer saber?http://doggoh.blogspot.com.br/2012/08/sonda-curiosity-como-os-dados-de-marte.html

FOTOS EM ALTA RESOLUÇÃO DE MARTE FEITAS PELA CURIOSITY

A Nasa divulgou nesta segunda-feira (28/08) as primeiras imagens coloridas em alta resolução tiradas pelo jipe-robô Curiosity em Marte.
As imagens mostram uma cadeia montanhosa dentro da cratera Gale, denominada monte Sharp e que tem até 5,5 quilômetros de altura. A cratera Gale foi o local onde o jipe pousou, em 6 de agosto, para dar início à sua missão de dois anos.
A base do monte Sharp fica a cerca de 10 quilômetros do local de pouso e é o destino final do robô. Cientistas calculam que ele poderá levar até um ano para se deslocar até lá.
O objetivo da missão é descobrir se há materiais orgânicos e outros elementos químicos necessários para a evolução da vida em Marte.
Ao mesmo tempo, a Curiosity enviou de volta para a Terra uma mensagem gravada pelo chefe da Nasa, Charles Bolden. Segundo a Nasa, isso significa que futuras missões tripuladas poderão estabelecer contato direto com a Terra.

os mais vistos.

a opção de auto rastreamento é desativada  desde o ínicio.

Polônio: o mais letal dos venenos e foi usado no Arafat.


Polônio: o mais letal dos venenosImagine um veneno capaz de matar um adulto com uma dose de apenas 1 micrograma. Pior ainda: com apenas 1 grama desse material, um terrorista seria capaz de matar 10 milhões de pessoas. Pode parecer mentira, mas esse "veneno" existe naturalmente em nosso planeta e a sua descoberta se cruza com a história da radioatividade.
Em 1898, Marie e Pierre Currie investigavam a causa da radiotividade da pechblenda, um mineral muito rico em urânio. Durante suas pesquisas, o casal percebeu que, ao remover o urânio e o tório do minério, a pechblenda se tornava ainda mais radioativa. Isso os instigou a procurar por novos elementos naquela amostra.
Foi assim que Marie Curie isolou o polônio, elemento que acabou sendo batizado em homenagem à sua terra natal, a Polônia. Na época, o país ainda não existia como uma nação independente e, ao batizar o novo elemento dessa forma, Curie pretendia chamar a atenção para a crise enfrentada naquela região. Assim, o polônio foi, provavelmente, o primeiro elemento químico usado para divulgar uma situação política.

Pronto para matar

Polônio: o mais letal dos venenosDiscos com amostras de polônio, vendidos para laboratórios (Fonte da imagem: Sciene Photo Library)
O polônio possui características que o tornam perfeito para ser usado em crimes de envenenamento. Por ser um emissor de partículas alfa, a radiação do elemento possui curto alcance, sendo incapaz de atravessar paredes.
Na verdade, a radiação do polônio pode até mesmo ser interrompida por uma folha de papel ou pela camada de células mortas da nossa pele. Isso torna o “veneno” muito fácil de ser transportado, podendo ser levado, inclusive, em um pequeno pote de vidro bem fechado.
Porém, o polônio se torna letal ao ser ingerido ou inalado pelo ser humano, já que as partículas radioativas estarão, assim, em contato direto com os tecidos internos do corpo. Basta 1 micrograma de polônio 210 para matar uma pessoa de 80 kg. Com 1 grama desse elemento um terrorista poderia contaminar cerca 20 milhões de pessoas e matar pelo menos metade delas.
Sendo assim, o Po 210 acaba sendo um veneno ainda mais perigoso, já que, ao exigir uma quantia tão pequena para matar, ele se torna imperceptível para a vítima. Como se não bastasse, o polônio 210 é um elemento que evapora com facilidade, o que privilegia o seu uso na forma de gás para a contaminação de um ambiente.
O que nos deixa mais seguros é a dificuldade encontrada para se conseguir o elemento. Estima-se que a produção mundial de polônio 210 não ultrapasse 100 gramas por ano. Além disso, o polônio possui uma meia-vida muito curta, de 138 dias, e isso faz com que o elemento tenha que ser obtido e utilizado muito rapidamente.

Sintomas da intoxicação por polônio

Polônio: o mais letal dos venenos
Dentro do corpo humano, o polônio tem meia-vida de 30 dias. Isso significa que, nesse período de tempo, metade da quantidade ingerida do material acaba sendo eliminada por fezes ou urinas da vítima e, também, pela própria atividade radioativa do elemento.
Os sintomas da contaminação por polônio variam de acordo com a quantidade do material que entrou em contato com a vítima. Essa quantidade é medida em grays (Gy), unidade do sistema métrico internacional para definir a quantidade de radiação absorvida pela matéria.
  • 100 a 200 cGy: a pessoa não sente sintoma algum imediatamente. Mas, com o passar dos dias, começa a sentir náuseas e fadiga, podendo ocorrer vômito. A morte, se ocorrer, será dentro de 5 a 6 semanas;
  • 300 cGy: a vítima também apresenta queda de cabelo e aumentam as chances de falecimento. Desse nível em diante, os sintomas só ficam piores e a morte, dolorosa e lenta, se torna cada vez mais certa;
  • 600 cGy: a vítima tem 90% de chances de morrer se não procurar tratamento. As partículas alfa atacam o sistema sanguíneo, incluindo a medula óssea e os leucócitos, causando hemorragias e infecções. A morte pode acontecer a partir da quarta semana após o contágio; e
  • 750 cGy e 800 cGy: morte certa. A radiação acaba com a mucosa do sistema gastrointestinal, causando graves diarreias, sangramentos, perda de fluídos e um grande distúrbio eletrolítico. Nesses casos, a pessoa sobrevive por apenas 4 semanas, mesmo com tratamento.




O que matou Arafat? Teria sido Pôlonio?



Oito anos depois de sua morte, continua a ser um mistério exatamente o que matou o antigo líder palestino. Os testes realizados em Paris não encontraram vestígios evidentes de veneno no sistema de Arafat. Rumores falam sobre o que poderia tê-lo matado - câncer, cirrose do fígado, mesmo alegações de que ele foi infectado com HIV.
Uma investigação de nove meses pela Al Jazeera revelou que nenhum desses rumores eram verdadeiros: Arafat estava em boa saúde até que de repente ficou doente em 12 de outubro de 2004.

Os testes revelaram que em seus perternces - suas roupas, sua escova de dentes, mesmo seu kaffiyeh icônico - continham níveis anormais de polônio, um elemento raro, altamente radioativo. Esses efeitos pessoais, que foram analisadas no Instituto de Radiophysique em Lausanne, na Suíça, foram diversas vezes manchadas com o sangue de Arafat, suor, saliva e urina. Os testes realizados com as amostras sugeriu que havia um alto nível de polônio dentro de seu corpo quando ele morreu.
As descobertas levaram Suha Arafat, sua viúva, a pedir à Autoridade Palestiniana para exumar o corpo de seu falecido marido de sua cova, em Ramallah.

Mas uma descoberta conclusiva de que Arafat foi envenenado com polônio não explica quem o matou. É um elemento difícil de produzir, embora - ela requer um reator nuclear - e da assinatura do polônio nos ossos Arafat poderia fornecer algumas informações sobre sua origem.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Nêutrons podem ser a prova que existe mundo paralelo.

Tudo começou com um problema para o qual a física atual não tinha resposta: o “desaparecimento” de nêutrons em experimentos científicos.
Algumas experiências recentes, feitas em temperaturas ultrafrias, exibiram um fenômeno conhecido como “perda de nêutrons”, em que, de alguma forma inexplicável, os cientistas “perdiam” de vista essas partículas subatômicas por períodos curtos de tempo (de alguns segundos a dez minutos).

Analisando os dados experimentais obtidos por outros grupos de pesquisa, eles perceberam que a taxa de perda de certos nêutrons livres muito lentos parecia depender da direção e da intensidade do campo magnético aplicado nas partículas.
No entanto, tal anomalia (o campo magnético poder afetar como os nêutrons desaparecem) também ainda não tinha explicação.
Foi quando os pesquisadores sugeriram a existência de um mundo paralelo hipotético, constituído de “partículas espelho”.
Sendo assim, cada nêutron teria um “gêmeo”, que vive nesse mundo paralelo, e a capacidade de “transitar” para esse seu espelho invisível, e voltar ao nosso mundo; ou seja, cada nêutron pode oscilar de um mundo para o outro. A probabilidade de tal transição é sensível à presença de campos magnéticos, e, graças a isso, deve poder ser detectada experimentalmente.

Via Láctea será dilacerada 32,9 milhões de anos antes da Grande Ruptura;

Cientistas calculam data do fim do Universo
Más notícias aqui:http://doggoh.blogspot.com.br/2012/08/cientistas-calculam-data-do-fim-do.html

Formação da Lua

Uma nova teoria sobre a formação da lua

Quer saber?http://doggoh.blogspot.com.br/2012/08/nova-teoria-sobre-formacao-da-lua.html

A princípio, nove países possuem bombas atômicas.

Presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, em conferência sobre enriquecimento de urânio no país

Quer saber mais?http://doggoh.blogspot.com.br/2012/08/a-principio-nove-paises-possuem-bombas.html

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Potenciometro


 É um componente eletrônico que possui resistência elétrica ajustável. Geralmente, é um resistor de três terminais onde a conexão central é deslizante e manipulável. Se todos os três terminais são usados, ele atua como um divisor de tensão.

Os terminais são as tres partes para baixo, conforme os terminais são usados varia a tensão.

Um potenciometro que serve como wah-wah

wah_jack

Quer saber como fazer? http://doggocons.blogspot.com.br/2012/08/um-potenciometro-que-serve-como-wah-wah.html

Fogão á energia Solar.

IMG_2260_2.JPG

IMG_2261_2.JPG
Quer saber como fazer? http://doggocons.blogspot.com.br/2012/08/como-fazer-um-fogao-energia-solar.html

Como construir uma MiniGeladeira usando dois dissipadores.

Área 42: como construir uma geladeirinha USB [vídeo]
http://doggocons.blogspot.com.br/2012/08/como-construir-uma-minigeladeira-usando.html

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Depois de 23 milhões de dólares, máquina do tempo fica próxima.


Esse espectômetro vai permitir o estudo das primeiras galáxias do universo,Com cinco toneladas, o Mosfire usa luz infravermelha e por isso consegue enxergar, através da poeira cósmica, os objetos cuja luz já foi alongada até o espectro infravermelho, devido à expansão do universo.
“O instrumento foi feito para estudar as galáxias mais distantes e fracas”, afirma o líder do projeto, Ian S. McLean. Ele afirma que algumas das galáxias que estão sendo observadas se formaram há cerca de 10 bilhões de anos. “É uma era que precisamos estudar se quisermos entender a estrutura em larga escala do universo”.
O sistema também vai permitir um estudo mais detalhado dos planetas que orbitam estrelas próximas, a formação de estrelas em nossa galáxia e a distribuição da matéria escura no universo.
O Mosfire está instalado no telescópio Keck I, no Havaí, e no momento está em fase de teste. Em setembro será realmente habilitado para começar as pesquisas.

Entenderam por que máquina do tempo? Simples, isso vai estudar 10 bilhões de anos no passado. lesgau!

Por que o universo se expande? O efeito Casimir:



O que é o efeito Casimir? O efeito Casimir basicamente é causado nos efeitos vazios do vácuo entre duas placas metálicas colocadas próximas. Ele faz com que as placas se aproximem, pois há menor densidade de energia entre elas do que fora delas.
O efeito, que tem seu nome em homenagem ao cientista que descobriu a força há cinqüenta anos, hoje demonstra que grande parte da energia do universo é constituída de uma forma de energia escura. A forma e composição da matéria escura é desconhecida, mas pesquisas mostram que ela pode acontecer devido a flutuações no vácuo, como o efeito Casimir, mas seria gerada no espaço, por um efeito ainda desconhecido.
Como a energia escura repele a matéria ao seu redor, este efeito mostra que o universo ainda está em expansão, e continuará assim eternamente. Atualmente, cientistas tentam compreender melhor o efeito Casimir e a sua aplicação na expansão do universo, além de analisar a sua aplicação em micro-máquinas, que têm a tendência a se fixarem umas às outras devido ao efeito sobre o metal.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Colocar caixa de curtir do FACE em um blog






É bem simples na verdade.

1.Crie uma fã page no facebook.
2.Copie o endereço gerado.
3.Vá a essa página do Face http://developers.facebook.com/docs/reference/plugins/like-box gerar um código.
4.Preencha conforme a imagem.


Eu coloquei 100 em width, achei 292 um pouco grande.
5.Clique em "GET CODE" e o mais importante clique em IFRAME que gera o código certo.

6. Vá ao seu blog clique em layout, em adicionar gadget.
7.Clique em HTML/JAVA.
8.Cole o código e já era! 

Shamoon formata pra voce!



Novo malware entra no mercado, o Shamonn!

De acordo com a Symantec, o Shamoon “é um malware destrutivo que corrompe arquivos de um computador comprometido e sobrescreve o MBR (Master Boot Record) em um esforço de tornar o computador inutilizável".
Nada como as empresas de anti-vírus! Sempre aquecendo o mercado!

Shamoon, que é Simon em arábico, ganhou esse nome graças a seus arquivos associados: C:\Shamoon\ArabianGulf\release\wiper.pdb.


CAPITALISMO É TUDO!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Type 97 Shinhoto Chi-Ha








Manufacturer(s)Mitsubishi, Hitachi, Nihon, Sagami
Production Quantityn.a.Production Period1942-?
TypeMedium TankCrew5
Length /hull (m)5.50Barrel Overhang (m)n.a.
Width /with skirts (m)2.34Height (m)2.38
Combat Weight (kg)15800 KgRadio Equipmentn.a.


FIREPOWER
Primary Armament47mm Gun Type 1Ammunition Carried120











Pouco antes do início oficial da Segunda Guerra, o Japão, já aliado da Alemanha nazista, planejava usar a Mongólia como plataforma para chegar à União Soviética, abrindo um front no sul do país. Para isso, enviou à região de Nomonhan, na Mongólia, perto do rio Khalkhin, 75 mil homens, tanques entre eles o  Type 97 Shinhoto Chi-Ha. Depois de quase quatro meses de luta, no fim de agosto, os soviéticos começaram a cercá-los, movendo seus 498 tanques pelos flancos, principalmente pelo sul do campo de batalha. A infantaria atacou os japoneses de frente e pelo norte. Atordoados pelo barulho dos 577 aviões inimigos que propositalmente voavam baixo, os japoneses não ouviram a aproximação dos tanques. E foram inapelavelmente massacrados. 



Devido a esta batalha, os japoneses optaram por atacar pearl harbor pois tinham medo dos russos.

E aconteceu o que aconteceu...e a segunda guerra acabou com as bombas de hiroshima e nagasaki.
As vezes é melhor enfrentar quem se conhece...


"Se o Japão tivesse atacado a União Soviética no verão de 1941, o choque de uma guerra de dois fronts poderia ter feito os soviéticos desabarem (o outro front era o efetivo enfrentamento contra os alemães). Sem os Estados Unidos na guerra, os parceiros do Eixo seriam capazes de garantir um acordo de paz, criando uma União Soviética enfraquecida e fragmentada", diz Drea. Esse cenário facilitaria a vitória final de Hitler. Sem Khalkhin Gol, o mundo poderia ser outro. Provavelmente, pior.

hehehehe

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

tubes lesgais


Ponto azul encontrado em marte.

Site da NASA mostra imagem da Curiosity. Eles ja tem suas respostas prontas, mas estamos ae 

MADMAX VIRA REALIDADE-ENERGIA DO ESGOTO.

Lembra como era produzida a energia nos filmes MAD MAX?

Era com as fezes! E isso esta virando realidade.
Segundo  os Pesquisadores da Oregon State University que conseguiram desenvolver uma maneira diferente de se obter energia a partir do esgoto. Em seu novo trabalho, os cientistas criaram uma espécie de célula de combustível microbial, cujo desempenho é capaz de produzir até 100 vezes mais eletricidade que qualquer outra tecnologia similar conhecida até agora.
De acordo com os cientistas, essas bactérias são capazes de oxidar a matéria orgânica. Com isso, os elétrons produzidos são, de certa forma, acelerados pelo aparelho, que os faz ir rapidamente de um ânodo para um cátodo. Essa movimentação é que é capaz de gerar uma corrente elétrica..
Pow muito clássico esse filme.

Placas tectônicas são descobertas na superfície de Marte



Feições geológicas podem explicar a existência de sistema de cânions no Planeta Vermelho
De acordo com o The Washington Post, An Yin, um geólogo da Universidade da Califórnia, descobriu a presença de placas tectônicas na superfície de Marte depois de analisar mais de 100 imagens de satélite do Planeta Vermelho.

Yin fez a descoberta com base em levantamentos realizados pelos satélites de reconhecimento da NASA, chamados THEMIS, e através das imagens capturadas pela câmera HiRise, que se encontra em órbita estudando o Planeta Vermelho. De acordo com o cientista, tais feições geológicas nunca foram encontradas em nenhum outro planeta do Sistema Solar, além da Terra e de Marte.

Tectônica de placas marcianas
Segundo as medições feitas por Yin, as duas placas que dividem o sistema de cânions do Planeta Vermelho — medindo pouco mais de 4 mil quilômetros — apresentaram um deslocamento horizontal de quase 150 quilômetros. Além disso, de acordo com o geólogo, a presença das placas também pode indicar a probabilidade de que ocorram eventuais terremotos em Marte.

O descobrimento mostra a tectônica de placas do planeta em estágios bem primitivos, e pode ajudar os geólogos a explicar a existência do sistema de vales de Marte — conhecido como Valles Marineris —, assim como a entender a forma como a tectônica de placas teve início aqui na Terra.

Fontes: The Washington Post e UCLA

Justiça determina que Facebook saia do ar por 24 horas no Brasil


Motivo foi o não cumprimento de ordem judicial para retirar do ar página que falava mal de vereador.

O Facebook pode ficar 24 horas fora do ar no Brasil por conta de uma decisão de um juiz eleitoral de Santa Catarina. Segundo o magistrado Luiz Felipe Siegert Schuch, a rede social descumpriu uma ordem judicial que pedia a retirada do ar de uma página que falava mal de um vereador. O não cumprimento da decisão implica multa diária ao Facebook no valor de R$ 50 mil.

A pedido do vereador Dalmo Meneses, no dia 26 de julho, o juiz eleitoral expediu uma liminar mandando tirar do ar a página "Reage Praia Mole", que critica um projeto turístico de Florianópolis. Segundo a Justiça Eleitoral, a ordem foi desobedecida e, na quinta-feira (9), o juiz expediu uma nova decisão solicitando a retirada do Facebook do ar no Brasil, deixando no lugar apenas a mensagem "inoperante por descumprimento da lei eleitoral".

GAMES-Novo SimCity será lançado para Mac

Simulador deve chegar em fevereiro de 2013 trazendo um novo motor gráfico, além de muitas novidades na mecânica do game e contar com uma integração entre Windows e Macintosh no modo online.

O primeiro computador, 87 a.c máquina de Anticítera




A chamada máquina de Anticítera é um artefato que se acredita tratar de um antigo mecanismo para auxílio ànavegação.

Os restos do artefato foram resgatados em 1901, juntamente com várias estátuas e outros objetos, por mergulhadores, à profundidade de aproximadamente 43 metros na costa da ilha grega de Anticítera, entre a ilha de Citera e a de Creta. Datado de 87 a.C., em 17 de maio de 1902, o arqueólogo Spyridon Stais notou que uma das peças de pedra possuía uma roda de engrenagem. Quando o aparelho foi resgatado estava muito corroído e incrustado. Depois de quase dois mil anos, parecia uma pedra esverdeada. Visto que de início as estátuas eram o motivo de todo o entusiasmo, o artefato misterioso não recebeu muita atenção.
O mecanismo foi examinado em 1902, e estava em vários pedaços. Havia rodas denteadas de diferentes tamanhos com dentes triangulares cortados de forma precisa. O artefato parecia um relógio, mas isso era pouco provável porque se acreditava que relógios mecânicos só passaram a ser usados amplamente muito mais tarde.

reconstrução do mecanismo de Antikythera noMuseu Arqueológico Nacional de Atenas (feita por Robert J. Deroski, com base em Derek J. de Solla Price


O mecanismo de Anticítera não poderia ser o único mecanismo desse tipo. "Não há nenhuma evidência de quaisquer erros", escreveu Martin Allen. "Todas as características mecânicas têm uma função. Não há nenhum furo extra ou vestígios de metal que sugiram modificações feitas pelo fabricante durante o processo de construção do mecanismo. Isso leva à conclusão de que ele deve ter fabricado vários modelos".[8]
Pesquisas mais recentes revelam que o mostrador que indicava os eclipses continha o nome dos meses. Esses nomes são de origem coríntia. A revista Nature declarou: "As colônias coríntias do noroeste da Grécia ou de Siracusa, na Sicília, são as mais prováveis - a segunda indicando um patrimônio que remonta os dias de Arquimedes."
Aparelhos similares não foram encontrados porque "O bronze é um produto valioso e altamente reciclável", escreveu Allen. "Em resultado disso, antigos achados de bronze são muito raros. Na verdade, muitos deles foram descobertos debaixo da água, onde não eram acessíveis aos que talvez fossem reutilizá-los". "Nós só temos esse [exemplar]", diz um pesquisador, "porque estava fora do alcance de sucateiros".


Intensamente estudado entre o final da década de 1950 e o início da década de 1970, o mecanismo é composto por vinte e sete(27) engrenagens de bronze, feitas a mão, e organizadas de modo a representar mecanicamente a órbita da Lua, de outros planetas do Sistema Solar e do próprio Sol. Primitivamente teria sido protegido por uma caixa ou moldura de madeira, constituindo-se no mais antigo computador analógico hoje conhecido.
O artefato é notável porque empregava, já no século I a.C., uma engrenagem diferencial, que se acreditava ter sido inventada apenas no século XVI, e pelo nível de miniaturização e complexidade de suas partes, comparável às de um relógio feito no século XVIII.

"Disco voador" é encontrado no fundo do mar


Equipe de exploração marítima captou, por meio de sonares, a imagem de uma curiosa anomalia nas águas entre Suécia e Finlândia.

Imagem divulgada pela Ocean Explorer mostra "UFO" no fundo do mar (Fonte da imagem: Ocean Explorer)
A equipe de exploração marítima Ocean Explorer, liderada pelo pesquisador Peter Lindberg, divulgou recentemente imagens de sonares que mostram um objeto não identificado a cerca de 90 metros de profundidade nas águas entre a Suécia e a Finlândia.
Por causa do formato da anomalia, a imprensa internacional vem chamando o objeto de “OVNI” (Objeto Voador Não Identificado), apesar de ele estar no fundo do mar. Em entrevista para os jornais locais, Lindberg declarou que o círculo captado pelo sonar possui 18 metros de diâmetro e que, em quase 20 anos de profissão, nunca viu nada semelhante.
As especulações em torno da descoberta vão de discos voadores a formações causadas por fenômenos naturais. Também não está descartada a hipótese de ser algum objeto circular produzido pela humanidade. Para Lindberg, os pesquisadores podem ter encontrado um novoStonehenge.
Entretanto, a equipe não pretende voltar para desvendar o mistério. Pelo menos não por conta própria, já que o site oficial da Ocean Explorer tem recebido doações de terceiros para explorar aquela região. Até mesmo camisetas com a estampa da descoberta estão sendo vendidas para arrecadar a quantia necessária.
Peter Lindberg e sua equipe ficaram famosos quando descobriram, em 1997, os destroços de um pequeno navio sueco abatido em 1916. Entre os objetos encontrados, estavam garrafas de champanhe, conhaque e vinho, que foram vendidas por quantias de até 20 mil euros.


Estudando o cinturão de Van Allen.






 Em primeiro lugar, baseando-se em duas sondas em vez de um, RBSP pode tomar medições simultâneas em locais diferentes e determinar se um evento ocorre ao mesmo tempo ao longo das correias ou em vez viaja através das correias, mudando ao longo do tempo e espaço. Em segundo lugar, o conjunto de instrumento é extraordinariamente abrangente, capaz de medir uma gama enorme de energias, partículas e ondas



All RBSP instruments

Duas espaçonaves em uma órbita elíptica

RBSP é feita de duas naves espaciais carregando instrumentos idênticos. Cada satélite de oito lados é de aproximadamente 6 metros de comprimento, 3 metros de altura, e pesa 1.475 quilos (incluindo 62 quilos de propulsor). Uma sonda segue a outra ao longo de órbitas quase idênticos. As órbitas se encontram quase no plano equatorial da Terra e são altamente elíptica, chegando o mais próximo de 375 quilômetros e chegando quase a 20.000 quilômetros acima da superfície da Terra, assim, viajando através de diversas áreas dentro dos cintos.


Ao comparar as observações de ambas as sondas, os cientistas podem distinguir entre os eventos que ocorrem simultaneamente em todo os cintos, aquelas que acontecem em apenas um único ponto no espaço, e aqueles que se movem de um ponto a outro através do tempo.






O CINTURÃO DE VAN ALLEN.Impede de ir a lua?


Graphic of the Van Allen Radiation Belts that surround Earth.

O Cinturão de Van Allen é uma região onde ocorrem vários fenômenos atmosféricos devido a concentrações de partículas no campo magnético terrestre, descobertas em 1958 por James Van Allen. As radiações de Van Allen não ocorrem, salvo em raras exceções, nospólos, e sim na região equatorial. Estas formam dois cinturões em forma de anéis, com centro no equador. O mais interno se estende entre as altitudes de mil e cinco mil quilômetros, sua intensidade máxima ocorrendo em média aos três mil quilômetros. Consiste deprótons altamente energéticos, que se originam pelo decaimento de nêutrons produzidos quando raios cósmicos vindos do espaçoexterior colidem com átomos e moléculas da atmosfera terrestre. Parte dos nêutrons é ejetada para fora da atmosfera e se desintegra em prótons e elétrons ao atravessar esta região do cinturão. Essas partículas se movem em trajetórias espirais ao longo de linhas de força do campo magnético terrestre.
O segundo cinturão, que fica situado entre 15.000 e 25.000 km, contém partículas eletricamente carregadas de origem tanto atmosférica quanto solar. São principalmente íons hélio trazidos pelo vento solar. As partículas mais energéticas deste são elétrons cuja energia atinge várias centenas de milhares de elétrons-volt. Os prótons são muito menos energéticos do que os do primeiro cinturão, porém seu fluxo é mais intenso.
Via de regra, não existe entre os dois cinturões uma delimitação; eles fundem-se em altitudes variáveis. Durante os períodos de intensa atividade solar, grande parte das partículas eletricamente carregadas vindas do Sol consegue romper a barreira formada pelos cinturões de radiação de Van Allen. Ao atingir a alta atmosfera produzem os fenômenos de auroras polares e as tempestades magnéticas.


http://www.nasa.gov/mission_pages/rbsp/news/electric-atmosphere.html





Algumas teorias dizem que os astronautas nao conseguiriam ultrapassar esses dois cinturoes, outras teorias dizem  que o pequeno tempo que é necessário para cruzar o cinto, combinado com a proteção da espaçonave, significa que a exposição à radiação seria muito baixa.


é complicado! é complicado!